Blog NPI Brasil

Tudo sobre TI

Categoria: SQL Server (Page 1 of 2)

Comandos básicos SQL (parte 4)

Olá pessoal!

Hoje veremos como classificar e agrupar dados utilizando a linguagem SQL.

Ler mais

Comandos básicos SQL (parte 3)

Olá amigos!

Hoje veremos exemplos de consultas especificando intervalo de valores, lista de valores, e além disso, iremos trabalhar com valores nulos.

Ler mais

Comandos básicos SQL (parte 2)

Olá pessoal!

Hoje estou postando mais comandos da linguagem SQL, conforme o prometido.
Dessa vez veremos exemplos utilizando a condição LIKE.

Ler mais

Comandos básicos SQL

Olá pessoal!

Neste post veremos alguns comandos básicos da linguagem SQL para consulta de dados.
Fiquem ligados, pois nos próximos dias estarei postando comandos mais avançados.

Ler mais

Dicas para uma boa performance em códigos T-SQL

Boa dia amigos, neste post veremos dicas importantes de como melhorar o desempenho de um banco, que é algo importantíssimo.

Ler mais

Joins no SQL Server

Bom dia pessoal, estou trazendo algumas dicas sobre os joins.

Ler mais

Replicação de Banco de dados

 

Boa dia meus amigos, hoje trouxe informações sobre a Replicação de Dados  utilizando o SQL Server, ao final você poderá escolher qual tipo de replicação e qual edição do SQL Server mais se adapta a sua realidade.

Ler mais

Diferenças entre SQL Server e Access

Bom dia, neste post estarei mostrando algumas diferenças entre o Access e SQL server.

Primeiramente gostaria de começar dizendo que o Access é um banco de dados com arquitetura de Desktop enquanto o SQL Server é um servidor de Banco de dados que utiliza a arquitetura Cliente/Servidor. Só nesta característica podemos notar muitas diferenças importantes como segurança de dados, ferramentas de backup, procedimentos agendados, integração com o Windows NT/2000, ferramentas adicionais de performance e análise, etc.

Podemos fazer uma comparação dizendo que o Access está na mesma categoria do XBase e do Paradox assim como o SQL Server está na mesma categoria do Oracle e do Informix.

Bom, o Access é recomendado para aplicação com poucos usuários e com bases de dados não muito grandes. Eu particularmente não recomendo o uso de arquivos Access para aplicações Web de médio a grande porte, pois se algo der errado, dificilmente você poderá recuperar os dados se você não possuir um backup.

Algumas das principais diferenças entre o Access e o SQL Server:

1. O SQL Server utiliza o Transact SQL como linguagem de programação nativa para DDL, DML e DCL. Já o Access possui recursos limitados para as consultas, porém possui uma integração maior com o VBA (Visual Basic for Applications). Por isso, é possível fazer macros no Access, e no SQL Server pode-se fazer Stored Procedures.

2. Na parte de criação da tabela no Access, que é muito parecida com o SQL Server, pode-se colocar uma propriedade chamada de AutoNumeração, ou seja, para cada novo registro inserido, um valor automática é gerado. Pode-se fazer isto no SQL Server utilizando a função IDENTITY() na definição da tabela, como no exemplo abaixo:

CREATE TABLE AUTONUMERA
(
COD INT IDENTITY(1,1) ,
NOME VARCHAR(50)
)

No exemplo acima foi criada uma tabela com um campo chamado COD do tipo INT que é auto-numerável, começando a contar a partir do 1 e incremento de 1. Inserindo alguns valores:

INSERT INTO AUTONUMERA VALUES(’TESTE’)
INSERT INTO AUTONUMERA VALUES(’MAIS UM TESTE’)

Percebam que não passamos os valores para o campo COD nos INSERT acima, pois um o valor para este campo é automaticamente gerado. Atenção: somente um campo por tabela pode ser auto-numerável.

3. Existem algumas opções de sintaxe para as consultas (query’s) que diferem um pouco do SQL Server para o Access. Algumas:

a) No Access pode-se utilizar tanto DISTINCTROW como DISTINCT. No SQL Server, somente DISTINCT pode ser utilizado.

b) Funções do Access podem possuir nomes diferentes no SQL Server. Por exemplo: no Access a função que converte uma string para maiúsculo se chama UCase() e no SQL Server se chama Upper(). Funções muito específicas do SQL Server, como CONVERT(), também não irão funcionar o Access.

c) A utilização da cláusula FROM nas instruções UPDATE e DELETE não é suportada pelo Access. No SQL Server, podemos utilizar desta maneira um UPDATE:

UPDATE TABELA1 SET TABELA1.CAMPO1 = TABELA2.CAMPO1
FROM TABELA2
WHERE TABELA1.ID = TABELA2.ID 
e no Access poderia ficar assim:
UPDATE TABELA1, TABELA2 SET TABELA1.CAMPO1 = TABELA2.CAMPO1
WHERE TABELA1.ID = TABELA2.ID

d) Os operadores de Join do SQL Server ( *= e =* ) não são suportados pelo Access. Procure utilizar INNER JOIN e LEFT JOIN.

e) A referência cruzada do Access é chamada de FULL JOIN e pode ser feito desta maneira no SQL Server:
– Utilizando duas tabelas no SELECT sem relacioná-las (FULL JOIN)

SELECT A.COD , B.COD FROM TABELA1 A , TABELA2 B

No exemplo acima, todas os registros da TABELA1 (A) serão relacionados com todos os registros da TABELA2 (B) gerando um produto cartesiano dos registros das tabelas.

4. O SQL Server utiliza uma arquitetura BEM diferente do Access para armazenamento de dados. Devido a este motivo, não é possível somente copiar o arquivo onde os dados se encontram no SQL Server para transferir o Banco de Dados, como no Access. Existem ferramentas especializadas para a importação/exportação de dados de e para o servidor SQL Server. Uma destas ferramentas é o DTS, que pode ser utilizado não somente para transferir dados de e para o SQL Server, mas para qualquer base de dados compatível, inclusive arquivos texto, Access, Oracle, ODBC’s e qualquer provider para OLE DB.

Galera, estas foram somente algumas diferenças básicas entre o Access e o SQL Server. É claro que a utilização de um dos dois deve levar em consideração vários fatores e deve ser pensada com cuidado, principalmente no momento da implementação do projeto, de modo que nem sempre compensa utilizar o Access para determinado projeto e vice-versa.

Um grande abraqço à todos

Transaction Log?

Boa dia meus amigos hoje, trouxe algumas informações sobre o log de  do SQL que é de fundamental importância para um banco SQL.

Ler mais

Tipos de dados do SQL Server

Bom dia, hoje estou  trazendo informações sobre os tipos de dados utilizados na hora da criação de uma tabela.

Ler mais

Page 1 of 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén