O Windows é um dos sistemas favoritos da pirataria, até por ser o sistema operacional mais utilizado no Mundo, existem países que possuem mais de 75% das cópias do sistema não são genuínas, pensando nisso a Microsoft tomou uma decisão diferente, atualizar gratuitamente para o Windows 10 os usuários do Windows 7 e Windows 8 não genuínos.

“Estamos atualizando todos os PCs qualificados, genuíno e não genuíno, para o Windows 10”, diz Terry Myerson, chefe do Microsoft Windows, em entrevista à Reuters. A mudança significa que milhares, talvez milhões, de máquinas irão obter uma cópia gratuita do Windows 10, mesmo se a licença não foi devidamente adquirida. “Qualquer um com um dispositivo que possua os pré-requisitos pode atualizar para o Windows 10, incluindo aqueles com cópias piratas do Windows”, diz um porta-voz da Microsoft em um comunicado à The Verge. “Acreditamos que os clientes ao longo do tempo vão perceber o valor do Windows licenciado corretamente e vamos facilitar para que estes tenham cópias legítimas.

A Microsoft há muito tempo luta contra a pirataria de seus softwares, o Windows XP foi o primeiro sistema da Gigante de Redmond, que possuía sistema de ativação, mas que foi facilmente quebrado por piratas e ao longo dos outros sistemas foram implantados outros métodos mas que sempre tornam-se ineficazes mediante a audácia dos piratas, sendo assim, permitir a atualização dos sistemas piratas para a versão genuína pode ser uma medida que dê certo, pois se torna muito mais interessante e seguro ter um sistema ativado corretamente e que possa receber todas as atualizações sem medo nenhum.

A Microsoft tem trabalhado junto com outras empresas buscando medidas para frear a pirataria e inclusive tem discutido com o governo americano medidas que auxiliem nessa questão, pois o prejuízo financeiro é muito grande principalmente em mercados como Brasil, China, Rússia e Índia.

Leia Também:   Facebook não funcionará em aparelhos da Blackberry

Fonte: The Verge.