Bom Dia,

Estou trazendo uma dica sobre as permissões de arquivos, pois é sempre bom lembrar como elas funcionam.

No Linux há três modelos de controle de acesso básicos: leitura, escrita e execução.

Veja um exemplo de permissão básica na figura abaixo:

Permissões

O Tipo do Objeto significa:

d => diretório;

b => arquivo de bloco;

c => arquivo especial de caractere;

p => canal;

s => socket;

– => arquivo normal.

Já os outros caracteres significam:

r => permissão de leitura (leitura);

w => permissão de gravação (escrita);

x => permissão de execução (execução);

– => permissão desabilitada.

Explicando um pouco mais:

Leitura (r):

Em arquivos, permite examinar o conteúdo do arquivo.

Em diretórios permite listar conteúdo do diretório.

Escrita (w):

Em arquivos, permite escrever, remover e alterar o arquivo.

Em diretórios, permite criar e remover arquivos dentro do diretório.

Execução (x):

Em arquivos, permite executar um arquivo como um programa.

Em diretório, permite ler e escrever em arquivos dentro do diretório.

Sendo que os três primeiros rwx pertencem ao Dono do arquivo, os outros três rwx pertencem ao Grupo e por fim os últimos três rwx pertencem há outros usuários que não fazem parte do grupo.

Rate this post
Leia Também:   Firewall: conceitos e tipos