Tudo sobre TI

Tag: Excel 2010 Page 3 of 4

Nomeando intervalos para facilitar a criação de fórmulas no Excel

Olá pessoal!

Na dica de hoje, demonstrarei como nomear intervalos no Excel. Este recurso é bastante interessante para planilhas grandes e complexas, nomear intervalos consiste em selecionar um intervalo de células e definir um nome para o mesmo, sendo assim em uma fórmula não será necessário selecionar um intervalo e sim colocar o nome do mesmo, facilitando bastante a criação e edição de fórmulas.

Veja como é simples:

Na planilha abaixo vamos somar as vendas dos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, vamos nomear os intervalos para que possamos realizar essa soma com mais facilidade.

Vamos primeiramente nomear o intervalo do mês de janeiro.

Selecione o intervalo.

Clique na caixa de nome e digite Janeiro.

Pressione Enter para confirmar a criação do intervalo.

Agora o intervalo B2:B10, será chamado Janeiro.

Faça o mesmo para os outros meses.

Fevereiro:

Março:

Pronto os intervalos estão criados.

Clicando na caixa de nome novamente, você verá todos os intervalos criados.

Para editar ou excluir os intervalos.

Clique na guia fórmulas.

Clique em Gerenciador de Nomes.

Veja:

Caso seja necessário altere o seu intervalo.

Agora, podemos realizar a soma das vendas de cada mês.

Clique na célula J5 e digite a fórmula: =Soma(janeiro)

Faça o mesmo para os outros meses.

Fevereiro:

Março:

Pronto!

Neste exemplo não precisamos selecionar o intervalo na aplicação da fórmula, utilizamos o nome do intervalo, tornando a criação da fórmula mais simples, em fórmulas maiores e planilhas complexas este recurso é amplamente utilizado, principalmente quando é necessário realizar cálculos com intervalos que estão em planilhas diferentes.

Até a próxima dica!

Abraço!

Aprenda como utilizar o recurso Atingir Meta do Excel

Se você conhece o resultado que deseja obter de uma fórmula, mas não tem certeza sobre o valor necessário para chegar a esse resultado, use o recurso Atingir Meta.

Por exemplo, ao fazer um empréstimo, possuímos algumas informações como, valor do empréstimo, quantidade de parcelas e valor das parcelas, digamos que com estas informações precisamos descobrir qual é a taxa de juros aplicada. Com o recurso Atingir Meta, seremos capazes de descobrir este valor.

Para que possa entender melhor, utilizarei o exemplo abaixo.

Exemplo 1

Na planilha a seguir vamos descobrir a taxa de juros utilizando o valor do empréstimo, quantidade de parcelas e valor das parcelas.

Veja:


Na célula B4, digite a seguinte fórmula:

=PGTO(B3/12;B2;B1)

Essa fórmula calcula o valor do pagamento. Nesse exemplo, queremos pagar R$ 1000 por mês, porém não digitamos esse valor pois o Atingir Meta determinará a taxa de juros e o mesmo requer que comece com uma fórmula.

  • Explicando a fórmula:

=PGTO(B3/12;B2;B1)

A fórmula faz referência as células B1 e B2 que representam respectivamente, o valor do empréstimo e o período.

A célula B3 faz referência a taxa de juros que deverá ser descoberta pelo Atingir Meta. Como definimos que o pagamento seria mensal e a função PGTO define a taxa de juros anual, então colocamos B3/12.

Vamos aplicar o Atingir Meta.

  1. Clique na guia Dados.
  2. No grupo Ferramentas de dados, clique em Teste de Hipóteses, após clique em Atingir Meta.


  • Aparecerá o seguinte caixa de diálogo:


  1. Em Definir célula, devemos escolher a célula que possui a fórmula que desejamos resolver, neste exemplo é a célula B4, sendo assim, digite B4.

  2. Em Para valor, devemos definir o valor que desejamos atingir, que no caso é o valor da parcela, digite -1000, o valor está negativo, pois é um pagamento.

  3. Em Alternando célula, precisamos definir a célula que deverá ser modificada, digite B3, que é a célula onde deverá ser informada a taxa de juros.

  • Veja como ficou a caixa de diálogo:


  1. Clique em OK.

O valor da taxa de juros será calculado e o valor das parcelas será atingido, -1000.


  1. Para finalizar selecione a célula B3 e aplique o formato de Porcentagem.


Até a próxima dica pessoal!

Função Cont.ses: Conte valores específicos através de vários critérios no Excel.

Em um artigo anterior demonstrei como utilizar a função Cont.se, na dica de hoje vou demonstrar como utilizar a função Cont.ses. Esta função possui a mesma finalidade da Cont.se, a diferença está na quantidade de critérios, a função Cont.ses, permite realizar uma contagem, com vários intervalos e critérios.

Link do post para função Cont.se:
https://blog.npibrasil.com/index.php/contando-valores-especificos-com-a-funcao-cont-se-do-excel/

Vamos utilizar o exemplo abaixo para que possamos entender melhor esta função.

Veja:


Neste exemplo realizaremos a contagem de opiniões de pessoas que tenham 40 anos ou menos.

  • Clique na célula I4.
  • Digite o início da fórmula: =Cont.ses(
  • Selecione o intervalo que possui as opiniões cadastradas.


  • Pressione ponto e vírgula.
  • Digite o critério entres aspas: “Bom”.

 


Pronto!

Informamos ao Excel que desejamos contar dentro do intervalo Opinião, o que for Bom. Agora precisamos dizer que queremos contar o que for Bom, para pessoas que tiverem 40 anos ou menos. Sendo assim precisamos definir mais um intervalo e um critério nesta fórmula.

  • Pressione então, ponto e vírgula.
  • Selecione o intervalo referente a idade dos entrevistados.


 

  • Em seguida pressione ponto e vírgula novamente.
  • Digite o segundo critério, que neste exemplo é: “<=40”.


  • Feche um parêntese.

Sua fórmula deverá ficar assim:

=Cont.ses(E2:E23;”Bom”;D2:D23;”<=40″)

Veja a relação entre a sintaxe e a fórmula:

= Cont.ses(intervalo_critérios1;critérios1;[intervalo_critérios2;critérios2)

=Cont.ses(E2:E23;“Bom”;D2:D23;“<=40”)

 

Obs: No exemplo anterior utilizamos 2 intervalos e critérios, porém a função Cont.ses, permite mais de 2 intervalos e critérios.

Faça o mesmo para as outras opiniões, as fórmulas deverão ficar da seguinte maneira:

 

Célula I5: =Cont.ses(E2:E23;”Regular”;D2:D23;”<=40″)

Célula I6: =Cont.ses(E2:E23;”Ruim”;D2:D23;”<=40″)

 

Até a próxima dica pessoal!

Para dominar o Excel e criar planilhas avançadas e profissionais, faça nossos cursos online.

ti.npibrasil.net

Aprenda a somar dados através de vários critérios com a função Somases do Excel

Em uma postagem anterior, aprendemos como fazer uma soma de valores utilizando um critério, para isso utilizamos a função Somase, na dica de hoje vamos aprender a função Somases que possui a mesma função da anterior, a diferença está na quantidade de critérios, a Somases permite uma quantidade maior de critérios.

Link do post sobre Função Somase: https://blog.npibrasil.com/index.php/aprenda-a-somar-dados-atraves-de-criterios-com-a-funcao-somase-do-excel

Para entendermos vamos utilizar o exemplo abaixo:

Neste exemplo vamos somar as vendas porém vamos fazer esta soma através de 2 critérios, que no caso são Vendedor e Região.

Veja a sintaxe da fórmula:

SOMASES(intervalo_soma, intervalo_critérios1, critérios1, [intervalo_critérios2, critérios2],

…)


Siga os passos para executar a fórmula corretamente.

Clique na célula F9.

Digite a fórmula:=SOMASES(

Selecione o intervalo dos dados que deverão ser somados.

Pressione ponto e vírgula e selecione o intervalo que servirá como primeiro critério.

Pressione ponto e vírgula novamente e selecione a célula onde deverá ser digitado o primeiro critério.

Pressione ponto e vírgula e selecione o intervalo onde está o segundo critério.

Feito isso, pressione ponto e vírgula mais uma vez e selecione a célula onde deverá ser digitado o segundo critério.

Feche o parêntese e pressione ENTER.

A fórmula deverá ficar assim:

=SOMASES(C1:C9;A1:A9;E7;B1:B9;F7)

O resultado retornado será 0.

Digite um vendedor e uma região nos critérios respectivos e veja o resultado.

Veja a relação entre a fórmula e sintaxe:

Obs: As cores representam a relação entre os intervalos e células e a sintaxe da função.

SOMASES(intervalo_soma; intervalo_critérios1;
critérios1; [intervalo_critérios2; critérios2]…)

=SOMASES(C1:C9;A1:A9;E7;B1:B9;F7)

Obs: Caso seja necessário mais critérios, basta seguir a sequência da sintaxe.

Até a próxima dica pessoal!

Criando uma mala direta com Word, Excel e Outlook.

Nesta dica demonstro como criar uma mala direta para envio de emails em massa, as empresas utilizam este recurso amplamente para envio de emails de propaganda, mas pode também ser utilizado por usuários domésticos para envio de cartas, convites pela por email por exemplo, para executarmos esse exemplo vamos utilizar de forma bem simples o Word, Excel e Outlook.

Esta dica demonstra o poder dos programas do pacote Office, que podem ser integrados facilmente.

Confira a dica no vídeo abaixo.


Aprenda a somar dados através de critérios com a função Somase do Excel.

Olá pessoal!

Na dica de hoje, aprenderemos a função Somase, a diferença entre esta e a função Soma é bastante simples, a Somase, realiza uma soma condicional, ou seja, ela somará os dados de acordo com critérios.

A sintaxe da fórmula é: =Somase(intervalo;critérios;[intervalo_soma])

No exemplo abaixo, possuímos valores de vendas por região, vamos realizar a soma das vendas de cada vendedor, para isso vamos utilizar a função Somase.

Siga os passos para executar esta função tão útil.

Clique na célula F10.

Nesta célula vamos aplicar a função Somase.

Digite a fórmula: = Somase(

O primeiro passo é selecionar o intervalo que possui os dados que servirão de critério. Devemos selecionar então o intervalo com as informações dos vendedores.

Selecione o intervalo com os nomes dos vendedores.

Pressione ponto e vírgula e clique na célula onde deverá ser digitado o critério, para que a soma seja realizada.

Clique na célula F7.

Devemos agora selecionar o intervalo com os valores que deverão ser somados.

Pressione ponto e vírgula novamente e selecione o intervalo com os valores da venda.

Feche o parêntese e pressione ENTER.

A fórmula deverá ficar da seguinte maneira.

=SOMASE(A1:A13;F7;C2:C13)

Digite o nome de um vendedor na célula de critério e a soma será feita.

 

Neste exemplo utilizamos apenas um critério, que foi o nome do vendedor. Podemos utilizar mais critério, porém teremos que utilizar outras funções, que serão abordadas em próximos artigos.

Até a próxima a dica!!!

 

Como inserir dados da internet no Excel?

O Excel é um sistema bastante diversificado, podemos trabalhar com diversas fontes de dados, em alguns momentos pode ser necessário utilizar informações que estão em outros sistemas ou mesmo na internet.

Na dica de hoje vou demonstrar como buscar dados diretamente na Web. Buscando dados na Web, você poderá consultar informações que estão em um site e mantê-las atualizadas.

No exemplo abaixo, vamos utilizar a cotação do dólar. Sendo assim vamos consultar esta informação em um site.

Siga os passos:

Clique na guia Dados.

No grupo Obter dados externos, clique em Da Web.

 

Na barra de endereço, coloque o endereço do site que possui as informações necessárias.

 

Clique em Importar.

Escolha uma célula para importar os dados.

 

Feito isso, clique em OK.

Vejam os dados importados.

 

Pronto, agora os dados estão importados, estes dados poderão ser utilizados em outras planilhas, já que a planilha com os dados sempre será atualizada e não adiantaria então alterar esta planilha.

Veja a célula B1 da plan2, está vinculada diretamente a célula b130 da plan1.

 

Planilha com os dados da Web.

 

 

Para atualizar a planilha, clique no botão Atualizar tudo.

 

 

 

Auditoria de Fórmulas no Excel parte 2.

Olá pessoal!

Em uma dica anterior demonstrei como utilizar alguns dos recursos do grupo Auditoria de fórmulas, na dica de hoje, vou demonstrar como lidar com os erros em fórmulas, utilizando o recurso de verificação de erros no Excel, este recurso também faz parte do grupo Auditoria de fórmulas.

 

Link Auditoria de fórmulas parte 1:
https://blog.npibrasil.com/index.php/auditoria-de-formulas-no-excel-parte-1/

Siga os passos para entender melhor este recurso:

O recurso de verificação de erro permite traduzir as mensagens de erro que são exibidas pelo Excel em determinado momento, possibilitando assim uma maior facilidade na correção de fórmulas.

Como podemos ver na planilha abaixo existe um erro, vamos utilizar a Verificação de erros.


  1. Selecione a célula que possui o erro.

     

  2. Na guia “Fórmulas”, no grupo “Auditoria de fórmulas”, clique em “Verificação de erros”.


  1. Aparecerá uma janela, demonstrando o erro e a possível causa.


  • Como podemos ver na fórmula foi acrescido um “se” que não pode ser somada com as outras células pois é um texto.

  1. Caso queira corrigir diretamente a fórmula, clique em “Editar na barra de fórmulas” e faça alteração.

  2. Caso queira mais detalhes sobre o erro, clique em “Mostrar etapas de cálculo”.

  • Veja este exemplo com “Mostrar etapas de cálculo”.

  1. Clique no botão “Mostrar etapas de cálculo”.

  • Aparecerá a seguinte janela.


  1. Clique em avaliar.


  • O Excel executa passo a passo todo o cálculo feito na célula.

     

  1. Quando terminar a verificação basta clicar em “Fechar”.

Rastrear Erros

O recurso “Rastrear erros” faz um rastreamento na célula com a mensagem de erro, mostrando a relação entre as células que podem estar causando o erro.

Para isso faça o seguinte:

  1. Selecione a célula com erro.

  2. Clique no botão “Rastrear erros”, no Grupo Auditoria de fórmulas.

  • Veja o resultado:


  • Para ter um maior detalhe do erro utilize o recurso “Verificação de erros”.

Auditoria de Fórmulas no Excel parte 1.

O Grupo de Auditoria de fórmulas exibe a relação entre fórmulas e células que a compõem, podendo também identificar de forma clara erros em fórmulas, ajudando também na edição de planilhas que foram produzidas por outras pessoas. Este grupo é dividido em vários recursos que serão mostrados neste e em próximos artigos.

Neste artigo, vamos abordar os recursos Mostrar fórmulas e Rastrear dependentes.

MOSTRAR FÓRMULAS

Este recurso permite exibir todas as fórmulas presentes na planilha.

Com a planilha aberta, realize os seguintes passos.

  1. Clique na guia Fórmulas.
  2. No grupo “Fórmulas” clique em “Mostrar fórmulas”.

  • Todas as fórmulas serão mostradas.


Para mostrar apenas os resultados e não mais as fórmulas, clique em Mostrar Fórmulas novamente.

RASTREAR PRECEDENTES

Este recurso permite identificar quais células alteram o valor da célula selecionada, ou seja, rastrear células que fornecem valores as fórmulas.

Com a planilha aberta siga os passos:

  1. Selecione a célula que possui a fórmula que deseja rastrear.


  1. Clique na guia Fórmulas.
  2. No grupo Auditoria de Fórmulas, Clique no botão Rastrear Precedentes.

  • Aparecerão setas indicando a origem da fórmula selecionada.


  • Para continuar rastreando, basta clicar no botão Rastrear Precedentes novamente, ou selecionar uma outra célula para fazer o rastreamento.

  1. Para remover as setas criadas, clique no botão Remover Setas no grupo Auditoria de fórmulas.


 

 

Como remover dados repetidos no Excel?

Olá amigos!

Em uma planilha com uma grande quantidade de dados, em alguns momentos pode ser necessário removermos informações duplicadas que afetam diretamente alguns resultados, gráficos,  ou seja valores que acabam interferindo diretamente no resultado final desejado, trazendo assim informações que não são válidas, para resolver este problema utilize a ferramenta Remover duplicatas do Excel, esta exclui todas as informações duplicadas de forma prática em sua planilha.

Basta seguir o passo a passo.

Antes de executarmos o Remover Duplicatas, iremos primeiramente executar um filtro avançado, este filtro identificará os dados duplicados e removera-los, porém mantendo os dados originais.

Siga os passos:

Abra a planilha que possui os dados repetidos.

Selecione os dados que deseja verificar.

Após isso, clique na guia Dados.

No grupo Classificar e Filtrar, clique em Avançado.

Clique na opção Copiar para outro local.

Na opção “Intervalo de lista”, estará aparecendo o intervalo que foi selecionado.

Na caixa Copiar para, defina uma célula onde deverão ser colados os dados filtrados.

Marque a caixa Somente registros exclusivos.

Veja:

Feito isso, clique em OK.

Os dados aparecerão sem  duplicações.

Vamos fazer agora de outra maneira.

Apague os dados que foram filtrados.

Vamos agora utilizar o Remover Duplicatas.

Selecione os dados novamente.

Na guia dados, no grupo Ferramentas de dados, clique em Remover Duplicatas.

Aparecerá uma janela para definir quais campos deseja utilizar como base para remover os dados repetidos.

Mantenha todos os campos selecionados e clique em OK.

Todos os valores repetidos serão removidos.

Veja:

Quer se tornar um profissional competente e reconhecido pelo mercado?

Então, clique neste link:http://ti.npibrasil.net/

Page 3 of 4

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort